Histórico

Os dois eventos, realizados a partir de 2003 em conjunto, têm origens distintas. O REGEO pode ter sua origem centrada no Seminário sobre Barragens de Rejeitos e Resíduos de Mineração, realizado em 1986 na UFOP. Seguiu-se o I Simpósio sobre Barragens de Rejeitos e Resíduos de Mineração realizado em 1987 no Rio de Janeiro, que também sediou o II Simpósio, em 1991, agora denominado com a sigla REGEO, em função da necessidade de ampliar a temática do evento.

Em 1995, o III Simpósio ocorreu em Ouro Preto e, em 1999, a edição realizada em São José dos Campos, no ITA, ampliou o enfoque do evento tratando de incluir as mais variadas questões relacionadas ao meio ambiente tratadas sob a ótica da Geotecnia. A edição seguinte do evento, em 2003, reveste-se de caráter especial, mas antes é necessário recordar a cronologia dos eventos sobre Geossintéticos.

O primeiro Simpósio Brasileiro de Geossintéticos foi realizado em 1992, há 23 anos na UNB em Brasília. O II Simpósio aconteceu em São Paulo em 1995, enquanto o III Simpósio teve lugar no Rio de Janeiro que abrigou, em paralelo, o I Simpósio Sul-Americano de Geossintéticos. Em 2003, o IV Simpósio Brasileiro de Geossintéticos passou a ocorrer em conjunto com o V Congresso Brasileiro de Geotecnia Ambiental (REGEO), sendo sede dos eventos Porto Alegre – RS.

A partir dessa data, os eventos foram promovidos de forma conjunta e tiveram como sedes as cidades de Recife (2007), Belo Horizonte (2011) e Brasília (2015), acontecendo regularmente a cada quatro anos.